Buscar:

O contexto global para serviços na exportação - Marketing de Serviços na Exportação

Serviços, particularmente o financiamento e transporte de bens, tem tido uma importante regra nos negócios mundiais por séculos. Algumas das formas mais antigas de serviços de negócios eram casas mercantes que facilitavam a troca de itens luxuosos de alto valor adicionado providos pelo transporte, armazéns e financiamentos para os exportadores. Um numero de serviços emergiu nos negócios – ex. grandes cruzamentos para negócios terrestres e os grandes portos para negócios pelo mar. Portos chaves na região do pacifico asiático, por exemplo, se tornaram grandes centros de serviços para os negócios de commodities entre Ásia e Europa cresceram sobre vários regimes coloniais. Como os meios de transportes se aperfeiçoaram e as viagens se tornaram mais seguras, ficou viável alargar a gama de viagens de bens para incluir commodities como madeira ou grãos e seus serviços associados.

Portanto, nos 40 anos passados, o foco dos serviços de negócios transferiu-se para longe as facilidades dos negócios de bens por causa das mudanças em transportes e tecnologias de comunicações. O desenvolvimento econômico do transporte aéreo foi abastecido pela subida do turismo mundial assim os ganhos de trocas externas pelo turismo agora superam aqueles de negócios de mercadorias para um numero de paises. Mais recentemente, a integração das telecomunicações e as tecnologias dos computadores têm feito todos os serviços virtualmente tratados através de fronteiras e têm simulado atividades de exportação em novos outros serviços (como negócios e serviços profissionais). Deve ser notado que em termos de outros serviços usados pelo FMI para cobrir outros serviços que transporte e turismo. É o censo que o termo é usado neste livro.

Os parâmetros para serviços de setores modernos e os serviços de negócios aonde eram influenciados anteriormente pelos tipos de relações políticas com os envolvidos. Em paises soberanos, os serviços de infraestrutura física desenvolveram uniformidades imparciais através da nação e a provisão de serviços sociais (como educação e cuidado a saúde) gradualmente expandiram. Em colônias, portanto, o desenvolvimento da infraestrutura foi distorcido para combinar apoios de fornecedores para a forca colonial menos que o comercio interno e investimentos no desenvolvimento de serviços sociais foram geralmente mantidos ao mínimo. É ainda mais fácil o vôo normal entre uma capital de um pais em desenvolvimento e sua força de formação colonial que vôos entre paises ou paises vizinhos em desenvolvimento. Ajudando a identificar estas distorções de desenvolvimento provem oportunidades numerosas para serviços de exportação.

O advento da idade da informação trousse sobre outra reestruturação da economia internacional. Neste meio, existem menos distinções entre mercados domésticos e externos. Empresas estão aprendendo a focar o desenvolvimento e a designação da produção de serviços para capturar grandes participações de nichos identificados de mercados de bases do mundo inteiro, capitalizando a emergência das largas áreas de negócios locais. As necessidades dos consumidores estão aumentando em natureza global e tecnologias como a internet permite os consumidores a comparecer a shoppings globalmente.

As mudanças tecnológicas em sistemas de informação e telecomunicações têm revolucionado o setor de serviços. Muitos serviços que são considerados não tradicionais são agora rotineiros nos negócios. Por exemplo, doutores em um pais estão diagnosticando e prescrevendo tratamentos para pacientes em outro pais aonde eles nunca irão encontrar cara a cara, mas no qual os resultados de laboratório e radiológico são tele-comunicados para eles. Ate operações delicadas, como cirurgias de abrir corações, estão começando a ser levadas a distancia com assistência robótica. Aonde transportes aéreos são críticos para os negócios de bens, telecomunicações são criticas para negócios nos serviços.

A explosão do crescimento da internet torna possível para empresas de serviços em economias em transição e desenvolvimento alcançar novos grupos de consumidores ao redor do mundo. Através de meios eletrônicos, exportações de serviços estão disponíveis de identificar as duas primeiras barreiras que eles encontram para desenvolver mercados: ganhar credibilidade internacional e administrar custos e restrições de viagens para mercados externos. Ate pequenos e pouco conhecidos exportadores de serviços podem se tornar visíveis e de credibilidade em uma vasta gama de mercados no qual o acesso tem um histórico de dificuldades. Enquanto contatos pessoais usualmente aumentam a boa vontade de consumidores estrangeiros de tomar riscos em fornecedores de serviços não conhecidos, barreiras de entrada de negócios temporários estão se tornando parte comovida pela habilidade de interagir em tempo real on-line.

A economia digital também torna possível para a força de trabalho de empresas em ser localizadas em qualquer lugar no mundo, o mais longe que eles possam se tele-comunicar com o trabalho. O processo inteiro de identificar e recrutar temporariamente pessoal mudou. Agora é possível em anunciar on-line, buscar currículos on-line e entrevistar pessoal por vídeo conferencia ou salas de chat on-line. Tele-trabalhos estão aumentando em popularidade e sites como www.outsource2000.com provem uma gama de serviço de suporte.

A provisão de suportes de recursos de fora esta crescendo globalmente a mais de 20% ao ano e a gama de serviços ganhou fôlego para incluir alta especialização ou serviços técnicos. Para uma perspectiva de custo, por exemplo, empresas de arquitetura no Canadá podem juntar a si mesmas através da extranet com empresas complementarias no Paquistão aonde a qualidade do design pode ser trabalhada para completar o trabalho dos arquitetos em uma escala muito menor de pagamento. O resultado do produto pode ser mais barato que produzido inteiramente no Canadá, sem sacrificar a qualidade. Similarmente, números 0800 e 0900 podem responder na Jamaica e a entrada de dados pode ser feita nas Filipinas. Outra iniciativa de escritórios de apoio de recursos externos tem incluído a manutenção de computadores, publicação eletrônica, reservas ao redor do mundo, processos de reclamações, outras tarefas e traduções.

Algumas outras tendências globais criam oportunidades de serviços potenciais para empresas de serviços. Muitos tipos de serviços que são usados pelo monopólio do governo têm sido privatizado ou desregulado, criando oportunidades competitivas para empresas externas. Também, empresas especializadas em ordem de assegurar uma participação no mercado global, elas estão mais dispostas a outsource o serviço de suporte de negócios que não são sua principal linha de negócios.

A competição global depende cada vez mais nos serviços de qualidade menos que simplesmente no preço. A entrega do serviço se tornou mais padronizada, com rotinas de serviços, mas freqüentemente providas com parte de network de franchise. Isto juntamente com uma desmistificação do processo de produção do serviço profissional, esta fazendo os consumidores mais sofisticados em suas expectativas e menos tolerantes em atrasos ou incompetências. Como empresas de serviços em paises em desenvolvimento são pressionadas para competir em qualidade menos que somente em preço, eles irão precisar de uma segurança do que constitui uma qualidade de classe mundial em serviços e a habilidade de controlar os fatores chave que criam uma excelente qualidade. O controle de qualidade é combinado com a integração da habilidade e o uso efetivo da tecnologia da informação e a habilidade de colocar e reforçar padrões internos de qualidade.

Os serviços agora contam na aproximação de dois terços da atividade econômica, com os negócios globais em outros serviços crescendo mais rapidamente que os negócios de mercadorias. Quase metade da força de trabalho do mundo é empregada em empresas de serviços, que também podem criar a maioria dos novos empregos. Empresas de serviços são as maiores e mais lucrativas operações ao redor do mundo. Vários serviços existem em conglomerados, com uma alta media de rendimento por empresa e por empregado que a maioria das empresas de manufatura. (veja na próxima caixa). Em 1999, 59% das 100 maiores empresas (em termos de rendimento) aonde empresas de serviços, foram mais de 52% em 1995.

Esta grande integração de serviços de controle de cooperação e aumento na percentagem de serviços de produção globais – estimado em estar ao maximo em 50%. Negócio entre afiliados (negócios incorporados) é estimado em ser ao menos igual em volume de negócios em outros serviços entre não afiliados. Em outras palavras, o volume de serviços negociados por grandes empresas entre elas é maior que o volume de serviços de negócios (ex. negócios incorporados) como usualmente concebidos e medidos. Para completar, empresas de serviços de paises em desenvolvimento devem desenvolver alianças estratégicas e combinações de networks internacionais em ordem de estar aptos a servir seus consumidores em um contexto global.







Entre em contato para tirar suas dúvidas:

Todos os campos são de preenchimento obrigatório!

Enviar