Buscar:

Dicas de Marketing Internacional para Exportação - Marketing Internacional

Exportadores devem ser criativos. Muitos dos cases estudados sugerem que os exportadores dos paises em desenvolvimento tem que carregar seus negócios sobre condições de consideráveis contrastes. Por exemplo, as importações de matéria brutas são às vezes difíceis de obter, o fluxo de suprimentos é incerta, a infraestrutura de transporte não é desenvolvida. Diretores devem desenvolver formulas criativas e soluções efetivas para estes desafios. É comum que o conhecimento da exportação não é uma tarefa fácil.

Marketing de nichos pode ser a melhor opção para o exportador. Exportadores de paises em desenvolvimento de produtos manufaturados raramente ocupam uma posição dominante nos mercados internacionais. O exportador deve saber os meios de preferência para segmentar o mercado pelo mercado de massa. Uma vantagem do mercado de nicho é que não requer elaborar uma expansiva investigação de marketing antes da entrada de mercado. Um simples estudo de grupos de clientes potenciais pode ser adequada.

Exportadores devem achar valor adicional aos produtos como estratégia. Outra implicação do nicho de mercado é que tentando realizar preços de líder não pode ser a melhor opção. Diferenciação de produção marca, estilo diferenciado, embalagem durável, serviços pós-venda, etc podem dar vantagens comparativas no mercado externo e assim eliminar a necessidade de ser competitivo somente em preço.

Exportadores devem saber os compradores chave nos mercados alvo. Exportações de sucesso às vezes resultam em parcerias, intermediários com acesso a canais de distribuição no mercado externo. Este intermediário pode ser um importador, broker, trading company ou uma empresa de distribuição ou agente. Formando uma aliança de negócios com um parceiro de reputação que pode canalizar as exportações de produtos a pontos de distribuição apropriados é uma das mais importantes tarefas na exportação. Assim esta tarefa ira cair em termos como uma estratégia empurrada. O contraste dado entre uma estratégia empurrada que requer o exportador com contatos diretos com os clientes finais ou consumidores. A final freqüentemente uma estratégia custosa será inviável para a pequena e media empresa.

Exportadores devem escolher seus mercados cuidadosamente. A escolha do mercado pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso na exportação. Exportadores devem considerar cuidadosamente suas opções de mercados e escolher o mercado que lhe oferece a melhor prospecção. Eles devem explorar os mercados aonde eles acreditam que tenham uma vantagem competitiva.

Exportadores devem clarificar seus motivos para exportar e estabelecer seus objetivos. Esperançosamente, a jornada da exportação ira contribuir para a busca do lucro e os objetivos de expansão de mercado.

Exportadores devem considerar o desenvolvimento do mercado de exportação um investimento a longo prazo. Diretores aprendem que a tarefa de exportar gradualmente; a familiaridade com os mercados externos ira ganhar mais tempo e relacionamentos de negócios envolvendo uma força em certos períodos. Sustentar ofertas é essencial no marketing de exportação.

Planejamento e desenvolvimento de estratégia são essenciais. A longo prazo a natureza do desenvolvimento das ofertas do mercado externo, juntamente com os riscos assumidos, implica em um método de planejamento que aproxime-se ao essencial. Para reduzir as incertezas e os riscos, o exportador deve colocar objetivos, alternativas estratégicas de analise, formular planos de ação, alocar recursos, colocar quadros e monitorar a performance. Sem uma aproximação formal, a empresa não pode sustentar uma oferta de exportação lucrativa. Os 20 cases apresentam neste livro ilustrando os processo de formulação de planos e estratégias de exportação.

Exportar requer experiência técnica. Os casos enfocam a necessidade de especialização, somando com um planejamento cuidadoso e produtos adequados. Diretores às vezes sobre estimam a complexidade das tarefas da exportação, os riscos que envolvem e as conseqüências do fracasso. A realidade do desconhecimento do compromisso requerido para suceder em uma jornada de exportação é essencial.

Nenhuma empresa deve começar a exportar se não estiver preparada. Qualquer tentativa de exportação sem experiência no mercado domestico tem boas chances de falhar. Pesquisas sugerem que as empresas ganhem habilidades importantes, conhecimento e confiança em casa quando às vezes provam benefícios no mercado externo.

A responsabilidade para a oferta de exportação deve designar a um membro da empresa. Experiência sugere que a jornada da exportação é mais fácil de suceder quando uma pessoa da empresa é designada as tarefas da exportação. Esta pessoa pode fazer a combinação de regras como agente de mudança, motivador, pessoa de recursos, organizador e assim em diante. Um comitê sincero pode ofertar por um longo caminho meios em termos de sucesso.







Entre em contato para tirar suas dúvidas:

Todos os campos são de preenchimento obrigatório!

Enviar